07/09/2013

Atrasada


Eram 7:00 da manhã quando meu celular despertou, eu não dei bola e acabei cochilando mais um pouco, quando abri os olhos eram 7:30 da manhã. Nossa! Eu realmente estava atrasada, eu só havia fechado os olhos alguns segundos após o celular despertar. Como a hora passou tão rápida?
Não deu nem pra pensar no que fazer, corri para o banheiro, peguei a escova e fui para o quarto escovando os dentes e ao mesmo tempo colocando a roupa. Não tive tempo de tomar café nem de me maquiar, mal deu pra escovar os cabelos. Consegui terminar as 7:45.
Saí correndo para pegar um ônibus mas acabou que assim que cheguei ele tinha acabado de sair. Mas pra minha sorte em seguida veio outro.
O trânsito estava horrível, que era normal em cidades grandes. Eram exatamente 7:50, eu teria uma prova dali a 10 minutos e minhas esperanças estavam lá embaixo.
Não aguentei esperar, tive que sair do ônibus e talvez tentar chegar lá a pé, talvez demorasse menos, só faltava uns 50 metros até o local. Andei alguns metros e percebi que todos no ônibus haviam descido e estavam indo a pé também, talvez fossem fazer a mesma prova que eu ou talvez não quisessem se atrasar para o trabalho.
Um rapaz que parecia estar com muita pressa esbarrou em mim, se pensam que ele se desculpou estão enganados. Eu estava atrasada e prestes a perder uma prova superimportante e um cara mal educado esbarra em mim e nem me pede desculpas, essa foi a gota. Eu decidi apressar o passo e retribui o esbarrão. Mas antes mesmo que eu pudesse chegar perto ele parou e olhou pra trás. Eu congelei. Que visão era aquela? Ou melhor, que homem era aquele? Ele era lindo, eu já havia esquecido que ele havia esbarrado em mim ou até mesmo que estava atrasada, mas antes que eu dissesse algo ele falou: - Olá! Eu estudo na mesma classe que você, lembra-se de mim? Você deve estar indo fazer a prova final não é?
Como assim mesma classe que eu? Quase morri, como sou tão cega assim de nunca ter percebido que havia um gato na mesma classe que eu?
Chegamos era exatamente 8:01, os portões já estavam quase se fechando, mas com algumas palavrinhas me deixaram entrar ou melhor nos deixaram entrar.
Consegui fazer a prova e passei para minha felicidade e para felicidade dos meus pais. Quanto ao gato... Ele passou também, conseguimos nos formar.
Vocês devem estar se perguntando: E depois? Bom, ele pediu meu telefone, eu dei obviamente e saímos algumas vezes e estamos namorando. Ele é um fofo e sem falar que é um gato. Bom, tenho que ir porque nesse exato momento tenho um jantar superimportante com um gato e já adiantando acho que ele vai me pedir em casamento. Bye, bye!




                                                                                           - Larissa Farias

2 comentários:

  1. Oi Larissa!
    Gostei do seu blog! :D
    Vou passar aqui sempre :)

    Beijinhos,
    Nina
    www.storytimestoryteller.blogspot.com

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...